Siga-nos nas redes:   
Notícias
Animais de estimação em Condomínios
Dicas de atitudes, deveres e obrigações para os donos de animais.
15/03/2016

A cada dia cresce mais o número de pessoas que tem animais de estimação em suas casas. Seja cachorro, gato, peixe ou um hamster, companhias são sempre muito bem vindas para alegrar o nosso dia. É indiscutível que os animais no geral, não somente os cães, são os melhores amigos do homem. Porém, como tudo na vida, é importante lembrar que nem só de amor e alegria se forma uma relação homem-bicho, principalmente se você mora em um condomínio, as normais (ou falta delas) podem gerar conflitos tão grandes, que, a relação que deveria ser produtiva, acaba sendo um problema.

Quando moramos em um Condomínio, sabemos que é preciso dividir bens comuns e compartilhar espaços com pessoas diferentes. Saber dividir os espaços e respeitar o próximo é fundamental para uma boa convivência. Agora, apesar do número crescente de moradores que têm animais de estimação, não são todos que gostam de animais em casa, e muito menos são todos os condôminos que gostam de vê-los passeando livremente pelo playground ou garagem. Mesmo em casos em que o morador gosta de animais, há também aqueles cachorros ou gatos que fazem barulho excessivo tarde da noite ou durante todo o dia.

INFORMAÇÃO

Estar bem informado (e vale ressaltar que, tanto o síndico como o morador devem ter ciência das regras do condomínio) é a chave para o sossego. Cada condomínio cria as próprias normas de convivência e, por elas, o síndico age. Legalmente não há impedimento para ter um animal de estimação no condomínio, porém, há restrições. A maioria dos problemas decorrem do abuso desses direitos. Há pessoas que amam animais incondicionalmente e há quem os deteste, o papel do síndico nessas ocasiões é dialogar de maneira franca e sensível.

DICAS

Para uma boa convivência, ou seja, para se aproveitar ao máximo o condomínio em que se vive, a Seu Condomínio sugere algumas dicas.

1. Os animais devem andar com coleira dentro do condomínio

2. A circulação de animais deve ser apenas em locais permitidos.

3. Ao sair para passear com seu bichinho, leve um saquinho para recolher os dejetos.

4. Antes de registrar queixa por barulho de algum animal vizinho, verifique se é possível um diálogo com o morador

5. Caso o animal demonstre agressividade, é importante o uso da focinheira.

6. Tenha bom senso quando for escolher o porte do animal que ficará em seu apartamento.

Com diálogo, é possível resolver ou minimizar a maioria dos problemas no seu condomínio.
Fonte: Portal Seu Condomínio
Link: http://www.seucondominio.com.br
REDES SOCIAIS
Siganos nas redes:
   
ENDEREÇO
Rua Alceu Amoroso Lima, Edifício Antares, nº 314, salas 609 e 610, Caminho das Árvores, Salvador - Bahia
TELEFONES
Tel: (71) 3342-6160
Whatsapp: (71) 98113-3033
ACESSAR ÁREA DO CLIENTE